domingo, janeiro 09, 2011

Os "ãos"

É como agulha em tecido, é o bordado que faz a mão.É a chuva mais esperada que planta a intenção.Não há resto sem estrada, nem caminho de algodão.Há um moinho que nada, riacho, farinha e pão.

Um comentário:

  1. eu ia dizer "que gracinha"... mas vou dizer "que gração" rsrs...

    ResponderExcluir